quarta-feira, junho 08, 2011

POESIA E POLITICA




as pernas as rodas
laranja serra d’água bomba no atol de mururoa
a siririca o concorde
o bem o mal
a terra a fome
a enxada o computador
humanismo tecnocracia
a borboleta o fisco
o milho de minas o arroz da asia
o campo a cidade
raio de sol raio laser
a gabiroba a multinacional
o rio a barragem
o operário o executivo
a rosa (da rosa) o cravo (da cruz)
deus o diabo
os livros de drummond o jornal do dia
de blake ou de shelley de dentro ou de fora
de rimbaud ou de wiltman de auto-ajuda
o arraial a metrópole
igreja bordel
a lavoura a indústria
liberdade até para o inimigo liberdade não é comigo.



FLOR E ESPINHO.