sexta-feira, junho 10, 2011

CONCEITOS E IMAGENS - Lázaro Barreto.


- Erotizar a cultura através da concentração devoradora do Eros pode, como acredita Ítalo Calvino, “descerrar jardins de delícias visionárias, mas toda essa Erotização deve ser praticada com muito distanciamento”.
- Afirmações do primatólogo Russel Mitterneir: “Sem as abelhas, quem vai polinizar as plantas? Sem morcegos e sem urubus quem controla os animais mortos?” Abro aqui um parêntesis para perguntar: não foi por causa da quase extinção dos tatus que a população das formigas aumentou tanto?
- Se as florestas ao redor de São Paulo sumissem, de onde viria a água para abastecer a cidade metropolitana? – Prossegue Russel, a quem continuo citando nos três itens seguintes através de minhas resumidas palavras.
- Os cupins podem ajudar os arquitetos no controle de temperatura das construções. Nas regiões quentes da África, os imensos cupinzais estão sempre fresquinhos, como se fossem dotados de ar refrigerado....
A biodiversidade, de acordo com a ciência, possui 1,9 milhão de espécies entre animais, plantas e micro-organismos. Outras estimativas calculam que a totalidade pode chegar a 30 milhões.
- Nos últimos 500 anos o desaparecimento de espécies aumentou em mais de mil vezes. Inclui aí o lênure do tamanho de um gorila, a coala de 50 quilos, uma ave-efefante de mil toneladas, de três metros de comprimento.

- “A minha religião”, diz Carl Sagan, “é a vitalidade. Nada de prestar culto a uma divindade. Divina é a vida de tudo que existe. O resto é adubo para alimentar o que está vivo, seja um animal, um vegetal, um mineral. Minha religião é limitada e flexível. Não pode matar nada. Tem que tolerar e conviver com os marimbondos, as formigas, as serpentes e outros animais ferozes. Defendendo sem atacar. Sei que nem todas as espécies pensarão e viverão assim na convivência do mútuo respeito.... Mas fora disso teremos que prestar culto a uma outra divindade, sendo que todas recomendam o predomínio da lei do mais forte. E assim novamente chegamos ao anti-religioso assassinato em massa das espécies mais fracas. A minha religião é a vitalidade”.
- Regina Brett, de 90 anos de idade, é colunista de um jornal de Clevelan, Ohio, EUA – e ainda escreve lindamente. Exemplos: “faça as pazes com o seu passado. Assim ele não estorva o seu presente. Tenha uma infância feliz, mesmo na idade adulta ou na velhice. Nosso cérebro é o nosso melhor órgão sexual. O que os outros pensam de mim não é da minha conta. É bom sair de casa. Os outros lugares são, também, bons e bonitos”.
- Um velho ditado da sabedoria popular brasileira: “vergonha é roubar e não conseguir carregar o roubo”. Está sendo muito citado agora, em face dos últimos acontecimentos de nossa infeliz e corrupta política brasileira.
- Uma noite histórica a do dia 07/06/2011: enquanto uma parte do povo brasileiro aplaudia o craque de futebol Ronaldo Fenômeno, outra parte, dando vazão ao sentimento de decepção, vaiava o conchavo do enriquecimento ilícito de um fantoche político.

UM POEMETO?

Encanto particular,
luz interior.

Um condicionador sensual?
É assim
que uma virtude leva à outra
e assim
a gente não sabe separar a alma do corpo.
E como a alma é de imaginar e o corpo é de tocar,
a gente atinge o sublime se conseguir um enlace
ao mesmo tempo sentimental e físico.

UM APLAUSO.
Penitenciando-me pelo atraso, mando aqui meu sincero aplauso à Prefeitura Municipal de Divinópolis pela corrigenda da balbúrdia que imperava no trânsito de veículos ao longo da Rua Goiás mo Bairro do Porto Velho. Finalmente os pedestres, que não tinham vez na travessia da artéria, foram beneficiados através dos expedientes implantados na sinalização. Parabéns aos Servidores Públicos dos citados órgãos.