segunda-feira, julho 24, 2006

Correspondência com Drummond

CORRESPONDÊNCIA COM DRUMMOND

“Em 1963 Lázaro Barreto, como muitos outros, mandou para Carlos Drummond de Andrade um exemplar de seu livro “Contos do Apocalipse Clube”, já que estava dando seus primeiros passos no mundo das letras. Tocado pela situação de Barreto, que à época residia em uma pequena cidade mineira, Marilândia, Drummond, bem a seu estilo, já comentando a obra começa uma troca de correspondências com Lázaro, que durou mais de 20 anos. Os dois jamais se encontraram pessoalmente, mas o poeta nunca deixou de remeter suas opiniões sobre os escritos do conterrâneo e, principalmente, sobre alguns poemas que permaneceram inéditos até há pouco. Sua gentileza chegou ao ponto de enviar um poema em que comemorava o nascimento da primeira filha de Barreto, de nome Ana Paula, que é o seguinte:

Lázaro e Inês
Agora três
Nada comum
Os três agora
Formam só um
A toda hora
Arte de amar
Lição de aula
Aberta em flor
Ana Paula.

(fragmento de um texto publicado no “Jornal do Brasil”, em Dezembro de 1997).

1 Comments:

Blogger Paulo Sempre said...

Bom blog!!

Abraço, desde PORTUGAL

PAULO

6:01 PM  

Postar um comentário

<< Home