sexta-feira, julho 31, 2009

A FÉ REMOVE MONTANHAS - Lázaro Barreto.


O que mais te desejo no incrível dia-a-dia
(agora que andas achacada de tantos males),
é a segura proteção de um santo bem forte
a cada hora de tua noite e de teu dia-a-dia.

À Santa Terezinha do Menino Jesus e das Rosas,
para manter intacto o encanto de tuas aparências.
Ao São Jerônimo e à Santa Bárbara.
para que os raios do temporal não partam teus dotes e dons.
Ao São Bento,
evitador de incêndios e amansador de répteis,
para resguardar-te dos venenos e feridas dos invejosos.
Ao Santo Antônio de Pádua,
desatador dos nós afetivos, conciliador das afeições,
para manter-te na direção de meu aflito amor.
Ao São Cristóvão,
encaminhador das jornadas e alvíssaras,
para abreviar e alongar nosso encontro no Altar de Eros.
Ao São Braz,
aliviador dos engasgos do corpo e da alma,
para substituir tanto enjôo por supimpas, libidinosos desejos.
Ao São Cipriano,
fazedor das manias depressivas, atendedor de pragas malditas,
para manter bem longe de nós os maus prenúncios eflúvios.
Ao São Sebastião,
livrador no mundo da fome, peste e da guerra,
que nos cumule de saúde, de paz e muito amor.
À Senhora Santana,
professora das boas maneiras e das melhores ações,
que transija nosso conluio do bom para o melhor.
Ao São Jorge (dentro da lua),
que ao desmanchar as arapucas, mundéus e escaramuças,
dê lugar às vivendas dos sorrisos, abraços e beijos.

A todos os santos e santas,
inscritos no sistema de crenças de nossas minas gerais,
rogo e suplico:
que teus eventuais inimigos ,
tendo olhos, não te enxerguem;
tendo pernas, não te alcancem;
tendo armas, não te firam.
Que teus amigos,
que teus amores,
floresçam e frutifiquem ao teu redor,
felicitando-me a teu lado.