sábado, setembro 11, 2010

POESIA (*) - Adaptação de Lázaro Barreto.


Caverna dos nove tesouros, segundo Dalton Trevisan, constituída de:

Passagem secreta para a gruta encantada.
Límpida fonte onde nadam hipocampos e lambaris.
Golfo e promontório.
Ninho escondido de penas de beija-flores.
Garça azul de bico sanguíneo em vôo rasante.
Búzio com cantiquinho de coruira madrugadora.
Ilha descoberta pelo náutico sedento.
Dunas calípigias movediças.
Baia e península.
Ilha descoberta pelo náutico sedento.
Passagem secreta para a gruta encantada.
“Delta de infindos paraísos”.
Golfo e promontório.
Baia e península.

(*) - ( versos (possíveis) pinçados (menos o antepenúltimo) de Dalton Trevisan em “O Maníaco de Olho Verde”, Editora Record, 2008 – Rio de Janeiro, RJ.
.