quinta-feira, fevereiro 04, 2010

OPUS DE VIVALDI - Lázaro Barreto.


O duelo
O dueto
do pensamento com o sentimento
O nervosismo aqui
A brandura ali
A imaginação de uma paisagem
A esfericidade da imaginação
O cochicho no ouvido direito
O estalo no ouvido esquerdo
A dimensão sinfônica da alma
O contraponto melodioso do corpo
A sofreguidão apaziguada
A anestesia dos violinos
A transcendência das tonalidades
Os olhos nas mãos e nos ouvidos da solidão
O silêncio bem temperado nas ampliações
da vital amplidão.